.Gastronomia Gastronomia Espanhola - tapas

Published on July 17th, 2014 | by Manaira Araújo

1

Gastronomia espanhola: tapas, pinchos, bocadilhos, raciones e menús

Compartir/Compartilhar
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestBuffer this pageEmail this to someone

Quando se fala da gastronomia da Espanha, certamente o primeiro prato típico que nos vem a cabeça é a “paella” ou mesmo a “tortilla”. Mas além dessas, que outras iguarias gastronômicas podem ser degustadas na terra do Rei Filipe VI e da Rainha Letícia? Aqui você vai encontrar algumas definições e opções para sair do comum e fazer um verdadeiro tour pela gastronomia espanhola.

Um país multicultural

A Espanha é um dos países mais extensos da Europa. As 17 comunidades autônomas se distinguem por suas festas, tradições, costumes, monumentos, climas, belezas naturais e, claro, por suas gastronomias. À base de ingredientes vindos da costa – peixes e frutos do mar – ou do interior – carnes, queijos e embutidos-, a cozinha espanhola tem grande influência dos povos que conquistaram seus territórios assim como dos povos que foram colonizados. Sem falar nos imigrantes: a Espanha é o segundo país do mundo em imigração, ficando só atrás dos Estados Unidos.

gastronomia espanhola - mapa da espanha

“Tapas”, “pinchos”, “bocadilhos”, “raciones” e “menús”

Independente da região espanhola visitada, ao pedir uma bebida num bar ou restaurante, certamente você será surpreendido por um tira-gosto – chamado de “tapas” pelos nativos – e que é oferecido como cortesia da casa. Os tipos de “tapas” podem variar, sendo que os mais comuns são: batata frita tipo “chips”, amendoim e/ou outros frutos secos, queijo, fatia de pão com “jamón” ou um pedaço de “tortilla”. Mas também é comum encontrar tapas mais elaboradas como as “patatas bravas”, “ali oli”, “ensaladilla russa”, croquetas, gazpacho…

gastronomia espanhola - batatas e azeitonas

Tapas mais comuns: Batatas chips, azeitonas, pão con jamón e frutos secos

Ao pedir uma nova rodada de bebidas, provavelmente ela será acompanhada de mais “tapas”. No entanto, os espanhóis não são de ficar num único local. É muito comum entre eles “ir de tapas” ou “ir de tapeo“, onde um grupo de amigos vai de bar em bar para continuar bebendo e degustando novas tapas. E assím, muitas vezes, almoçam ou jantam sem ter que pedir um pranto principal.

Além do tira-gosto grátis, também é possível provar outras especialidades das casas. Nos cardápios – chamados de carta -, você vai encontrar “pinchos“, “bocadillos”, “raciones” e “menús“. As “raciones” são porções para compartilhar. Quando o aperitivo for uma fatia de pão com a cobertura presa por um palito, leva o nome  de “pincho” ou “pintxo” (no idioma do País Basco). Se for um sanduíche de pão de sal ou baguete com recheio, o nome é “bocadillo”. Já o “menú” é uma boa opção para quem quer almoçar ou jantar e inclui: entrada, prato principal, bebida (refrigerante, cerveja ou vinho) e sobremesa ou café.

gastronomia espanhola - cerveja ou caña

Peculiar maneira de colocar a cerveja e marcas de uma “caña bien tirada”

Os horários das refeições na Espanha também são bem diferentes do Brasil e outras partes do mundo. Dificilmente achamos uma padaria aberta antes de 9h. Por isso, é comum ver as pessoas saindo das empresas por voltas de 11h/12h para tomar um café com “churros”, “bollería” (bolos, donuts e croissant), “pan tomaca” ou um “pincho”. Sendo o café da manhã tão tarde, o almoço também é servido bem depois. Nunca chegue a um restaurante para almoçar antes de 13h! O horário em que os espanhóis geralmente almoçam é entre 14h e 16h. Normalmente as cozinhas dos restaurantes fecham 16h e voltam a ser abertas de 20h a 00h, quando é servido o jantar. O lanche fora de hora é chamado de “merienda”.

Por mais que a famosa “siesta” pareça coisa do passado, os trabalhadores de bares e restaurantes costumam ter a um período para comer e descançar de 16 a 20h e muitas empresas ou comércios mais familiares fecham as suas potas de 14h a 16h ou de 15h a 17h. Ou seja, a “siesta” existe mesmo!

Agora que você já sabe as modalidades de comidas e os horários das refeições, o que pedir para comer?

Dicionário da gastronomia espanhola

Apesar dos idiomas espanhol e português terem muitas palavras e expressões parecidas, eu já fiquei perdida algumas vezes com uma “carta” na mão.  Para que você não tenha dúvida sobre o que é ou o que tem cada opção, apresento aqui uma lista com os pratos e ingredientes mais comuns e típicos da gastronomia espanhola:

gastronomia espanhola - tapa e pinchos

Delícias espanholas: croquetas, gazpacho, pincho e pulpo a feria.

  • Bacalao al pil pil: prato típico à base de bacalhau, alho, pimenta e azeite de oliva.
  • Cachelos: batata cocida (nome geralmente usado na Galícia)
  • Calamares: lula.
  • Callos: dobradinha.
  • Chipirones ou chopitos: lulas pequenas.
  • Chistorra ou txistorra (em basco): linguiça com alho, sal, pimentão e ervas aromáticas.
  • Chorizo: linguiça defumada de carne e gordura de porco com tempero.
  • Cocido andaluz: prato típico à base de carne da pata de vaca, galhinha e toucinho com grão de bico, vagem, pimentão e tomate.
  • Cocido gallego: prato típico à base de partes do porco que pode ser feito com feijão branco ou grão de bico.
  • Cordero a la pastora: prato típico à base de carne de cordeiro novilho com alho, sal, ervas.
  • Croquetas: massa frita que leva ovo e pão ralado por fora e recheio misturado com bechamel.
  • Ensaladilla rusa: salada à base de batata, cenoura e maionese (a nossa maionese)
  • Fabada asturiana: prato típico à base de feijão branco com toucinho, chouriço, orelha, rabo, pimentão e açafrão.
  • Gambas: camarão.
  • Gazpacho: sopa fria à base de tomate, pepino, pimentão e azeite, sendo que também pode se encontrado à base de outras verduras como beterraba. 
  • Gulas: proteína de peixe que imitam as Angulas, normalmente são refogadas com alho frito e azeite.
  • Grellos: verdura típica da Galícia parecida com a acelga.
  • Huevos rotos: porção de batara frita coberta de ovo frito e normalmente acompanhada de jamón ou linguiça.
gastronomia espanhola - tapas e pinchos

Para comer e repetir: gulas, salmonejo, batatas bravas e huevos rotos

  • Lacón: pata do porco cozida, parecido com o nosso pernil.
  • Montadito: “bocadillos” pequenos.
  • Morcilla: chouriço (linguiça de sangue de porco coagulado), pode ser recheada também com de arroz, cebola, abóbora ou outro ingrediente dependendo da região.
  • Navaja: fruto do mar que tem a forma de uma navalha.
  • Paella: prato típico a base arroz e verduras que pode ser feito com frutos do mar, frango, coelho, porco ou mista.
  • Pastel: torta salgada
  • Patatas alioli: batatas fritas ou cozidas com molho à base de azeite de oliva, alho e limão.
  • Patatas bravas: batatas fritas ou cozidas com um molho de tomate picante.
  • Pimientos del Piquilo: pimentão vermelho (originalmente produzido em Lodosa, no sul de Navarra, no País Basco) assado.
  • Pimientos del Padrón: pimentões verdes, pequenos e fritos originalmente produzidos no povoado de Padrón, na província de A Coruña, na Galícia. Una peculiaridade é que alguns podem arder como pimenta. É divertido comer com os amigos e esperar que alguém pegue um que arda.
  • Pulpo a la gallega o Pulpo a feria: polvo com batata temperados com páprica e azeite de oliva.
  • Salmonejo: sopa fria de tomate com pão ralado, azeite, alho e sal típica da andaluzia, normalmente leva ovo cozido picado em cima.
  • San Jacobo: bife empanado e rechado com presunto e queijo, conhecido como “Cordon Bleu”em francês.
  • Secreto Ibérico: parte interna do porco,  leva esse nome porque é um corte oculto e de grande qualidade que os açougueiros guardavam para seu consumo.
  • Sobrasada: embutido feito a partir de carnes  de porco e temperadas com sal, páprica e pimenta.
  • Tortilla: prato típico à base de batata, ovo e cebola, mas que também pode ser encontrado com outros ingredientes como linguiça, camarão, abobrinha…

Depois dessa lista de pratos e ingrediente típicos do da gastronomia espanhola, imagino que você deve ter ficado com fome… De todas maneiras, agora você já pode sentar num restaurante espanhol e pedir com segurança! E se você acha que ficou faltando algum prato ou ingrediente importante, deixe um comentário e eu acrescentarei à lista! E se você gosta de doces, não deixe de conferir o post sobre sobremesas espanholas.

 

Compartir/Compartilhar
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestBuffer this pageEmail this to someone

Tags: , , , ,


About the Author

Soy periodista y tengo experiencia en investigación de mercados, gestión de contenidos y redes sociales, SEM y SEO. Además me encantan turismo, gastronomía, Brasil y España.



One Response to Gastronomia espanhola: tapas, pinchos, bocadilhos, raciones e menús

  1. Pingback: 10 Tapas Espanholas imperdíveis – Muito além da fronteira

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to Top ↑

Se continuar a utilizar este site, você aceita o uso de cookies. Mais informação

Opções de cookies neste site estão definidas como "permitir cookies" para oferecer uma melhor experiência de navegação. Se você continuar a usar este site sem alterar as configurações ou clicar em "Aceitar" você estará consentindo as cookies deste site.

Fechr